top of page

Sala de Imprensa

Tecnologia da Harvest Agro é destaque em publicação internacional

Linha Xiflon e Asgard, compostas por um complexo molecular orgânico e polióis foram validadas por pesquisador da Embrapa e acaba de ser publicado pela Revista Internacional Australian Jornal of Crop Scienceque, destacando o aumento da produtividade das culturas como a soja, algodão e feijão


Alavancar a produtividade das lavouras é uma missão complexa e que envolve vários fatores. Um deles, por exemplo, é o auto sombreamento das plantas, que ao crescerem diminuem o tempo de exposição solar daquela região. Dessa maneira reduz significativamente a transpiração e consequentemente, afeta a absorção de nutrientes via xilema nessa metade inferior das plantas, resultando em perdas de rendimento. Ou seja, lá no final, isso representa menos dinheiro no bolso do produtor.

Com o intuito de oferecer uma ferramenta ou estratégia que promovesse então maior aporte de nutrientes nessas regiões, a Harvest Agro lança uma tecnologia exclusiva, batizada de Xiflon. A novidade é um complexo molecular orgânico inédito de micronutrientes. Para comprovar a eficácia e os principais benefícios dela, foi realizado um experimento, conduzido em parceria com a equipe de pesquisa da Embrapa, para estudar o efeito da aplicação foliar de boro (B), cobre (Cu), manganês (Mn) e zinco (Zn), complexados com moléculas orgânicas na translocação desses micronutrientes no “baixeiro” das plantas.

“Nosso intuito foi aplicar a solução na metade inferior da planta, que tem baixa transpiração e aí analisar sua relação com a soja, feijão e rendimento do algodão. Principalmente, comparando a tradicional tecnologia de quelatização de adubos foliares com a nossa tecnologia Xiflon”, explica o doutor em nutrição de plantas Roberto Reis, sócio da empresa.


O estudo foi realizado na cultura do feijão e soja em Hidrolândia/GO, enquanto os testes com algodão em Campo Novo do Parecis-MT. Estes foram conduzidos por pesquisador da Embrapa Arros e Feijão, Adriano Nascente. Na ocasião foram avaliados os teores de micronutrientes no baixeiro das plantas, a produtividade das culturas, e produção de algodão, feijão e soja e redistribuição de nutrientes na seiva foliar em resposta a fertilizantes complexos de moléculas orgânicas.


O especialista da Harvest Agro explica que os resultados foram surpreendentes. Os teores de B, Cu, Mn e Zn da seiva da planta diminuíram com o avanço do desenvolvimento das plantas, tanto em soja, quanto em feijão e algodão. Os índices apurados revelam que quando comparada à Tecnologia Xiflon, o uso de fertilizantes foliares tradicionais (quelatizados) promoveu a redução no teor de micronutrientes na seiva do pecíolo do baixeiro das plantas. “Enquanto isso, a ferramenta que apresentamos gerou efeito contrário, aumentando a translocação de micronutrientes para o baixeiro das plantas, elevando assim a produtividade das culturas”, detalha o doutor.


Recentemente esses resultados experimentais foram publicados em artigo internacional na Australian Journal of Crop Science, reforçando o desempenho científico da tecnologia.


Sobre – Integrante do Grupo Wirstchat, que tem mais de 13 anos de experiência no setor agro, desenvolvendo polímeros e aditivos para o aumento da eficiência de fertilizantes de solo e nutrição foliar, a Harvest Agro chega ao Brasil com foco exclusivo no desenvolvimento de tecnologia para aplicação de biológicos e nutrição das plantas. Com grande expertise e conhecimento na agricultura brasileira, a empresa tem fábrica em Olímpia\SP e atua junto aos produtores de todo o Brasil, oferecendo atendimento e soluções diferenciadas. Saiba mais em http://harvest.agr.br/site.




Comments


Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
bottom of page