Blog

Sima recebe investimento de US$ 2 milhões para fortalecer sua presença no Brasil

Na contramão da tendência mundial no ambiente das startups, demonstrando uma base solida e saudável de gestão, a agtech anuncia uma onda de contratações visando expansão no mercado nacional e desenvolvimento de novos modelos de negócios


A agtech Sima encerrou uma rodada de investimentos de US$ 2 milhões, na quinta-feira, 30 de junho. Os novos recursos serão utilizados, entre outros destinos, para fortalecer sua presença na região, com foco especial no Brasil e no México.


"Isso representa um feito muito importante no atual contexto do mercado de inovação mundial", disse o CEO da empresa, Andres Yerkovich. Ele acrescentou: "É mais um sinal de que as empresas com métricas saudáveis e sustentáveis são as que colhem as melhores oportunidades no longo prazo".


Os investidores incluem fundos como Xperiment Ventures, que liderou a rodada, Sancor Seguros Ventures, VX Ventures e Bridge Partners, entre outros. "Foram estrategicamente escolhidos por estarem alinhados com os objetivos da nossa startup", diz o executivo.


A Xperiment Ventures é um fundo agtech que traz conhecimento e experiência em escalabilidade de produtos e tecnologia, além de uma compreensão profunda do ecossistema agro. “Por outra parte, Sancor Seguros Ventures vem para ajudar no desenvolvimento de um modelo de negócios pensado em reduzir o risco dos produtores rurais, enquanto VX Ventures será o partner estratégico para modelos de negócios focados em produção sustentável, tanto no Brasil como na Argentina. Bridge Partners está sendo um player estratégico no softlanding no Mexico”, disse Yerkovich.


Os US$ 2 milhões arrecadados nesta rodada refletem a confiança que o mercado vem colocando nos planos de negócios da Sima, que nasceu no ano de 2015 em Rosário, com o objetivo de oferecer uma plataforma simples para que que o setor consiga ter os melhores dados para otimizar a produção agrícola.


Hoje, a empresa está presente em 8 países da América Latina, possui mais de 5 milhões de hectares monitorados com frequência por usuários pagos, e mais de 30 colaboradores distribuídos nos diferentes mercados onde atua, planejando dobrar esse número até dezembro.


"Queremos ser a empresa líder em digitalização agrícola na América Latina. Vamos fortalecer nossa presença principalmente no Brasil e no México. Queremos replicar nosso sucesso na Argentina, onde somos o principal fornecedor de agricultura digital” disse Yerkovich. Atualmente a Sima domina mais de 10% da área produtiva total da Argentina.


Da universidade a trabalhar com as gigantes do agro


A Sima deu seus primeiros passos em 2013, quando Gerónimo Oliva e Mauricio Varela, dois estudantes de agronomia, realizaram um projeto de monitoramento de pragas. Seu trabalho era pesquisar manualmente os dados agronômicos de um campo. Mas ambos pensaram que poderiam criar uma maneira melhor de realizar esse trabalho duro. Assim, convocaram Andrés Yerkovich, atual CEO da empresa, para começar a desenvolver um protótipo do produto. Um ano depois, Agustín Rocha e Pablo Etchanchu, aderiram ao projeto, ajudando a validar a ideia e trazendo expertise ao time. Assim, nasceu a Sima.


A invenção permitiu que os agricultores coletassem seus dados do campo com um aplicativo simples, e visualizassem e compartilhassem através da plataforma web, substituindo o caderno de campo tradicional. Atualmente, a agtech juntamente com a Universidade de Maryland, dentro do projeto NASA Harvest, está trabalhando na otimização de algoritmos, que permite estimar o a produtividade das culturas vários meses antes de serem colhidas, com mais de um 80% de eficácia.


Por outro lado, a empresa trabalha em conjunto com grandes empresas, entre elas a Bayer onde está presente em diversos projetos, destacando uma rede de monitoramento da principal praga de milho neste momento: a cigarrinha. Uma inciativa de escala nacional, com miras a se expandir para outros países e continuar ajudando aos agricultores a tomar melhores decisões.


Sobre a Sima


Sima é uma AgTech que nasceu em 2015 na Argentina com o objetivo de oferecer aos produtores uma plataforma simples, completa e inteligente para monitorar, controlar e analisar dados. Hoje a empresa está presente em 8 países da América Latina e tem mais de 5 milhões de hectares monitorados entre seus usuários pagos. Mais informações em: www.sima.ag.




Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon