Blog

Plataforma inteligente para manejo sustentável de pragas terá pré-lançamento em encontro

Durante a 15ª edição do Congresso UDOP, maior evento do setor, que acontecerá nos dias 6 e 7 de julho, em Araçatuba/SP, a GAtec apresentará oficialmente o Shield Geoprotection ao mercado



O manejo de pragas é algo fundamental e muito trabalhoso para qualquer atividade na agricultura, com a cana-de-açúcar não é diferente e os cuidados precisam ser ainda mais efetivos. Segundo o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), estima-se que a infestação dos canaviais por fungos e insetos como a broca da cana-de-açúcar (Diatraea saccharalis), por exemplo, cause prejuízos anuais de R$ 5 bilhões ou o equivalente a cerca de 400 mil toneladas que deixam de ser moídas. Para debater o assunto tão importante acontece nos dias 6 e 7 de julho, em Araçatuba/SP, a 15ª edição do Congresso UDOP, o maior encontro do setor de bioenergia.


O evento reunirá em um único ambiente profissionais do setor bioenergético, fornecedores de cana-de-açúcar, executivos, diretores, cientistas e pesquisadores, além de diretores de empresas que atuam no setor. Um desses especialistas a se apresentar será o engenheiro agrícola Osmar Figueiredo Filho.


Recém-chegado à equipe da GAtec, empresa que atua no desenvolvimento de ferramentas para a gestão agroindustrial, o experiente profissional especialista em transferência de tecnologia para o produtor, que trabalhou por mais de 35 anos no CTC, agora será um dos responsáveis comerciais pelo produto na empresa. “Surgiu o convite por parte dos diretores da GAtec para estar na área comercial. Em um primeiro momento, vou utilizar minha expertise de transferidor de tecnologia, focado no contato com as diretorias das usinas, e também o outro foco será acompanhar o Shield Geoprotection, o qual falaremos no congresso da UDOP”, disse.


A Plataforma Inteligente para manejo sustentável de pragas foi desenvolvida em parceria com a Entomol, consultoria especializada em pragas de cana-de-açúcar, há pouco mais de um ano. Desde então, estava sendo testada por usinas parceiras e durante o evento terá seu pré-lançamento para todos os clientes. “A plataforma vai agir em toda a cadeia por meio do planejamento, monitoramento e controle, otimizando toda a operação e permitindo a rápida tomada de decisão para o manejo sustentável de pragas”, destaca o profissional.


Mais detalhes


O Shield abrange todas as etapas do programa de manejo integrado das pragas da cana-de-açúcar. Também permite a criação de um banco de dados rico em informações e a realização de estudos econômicos, com base em índices de perdas atualizados para as diferentes variedades da cultura, entre as diversas regiões do Brasil.


A plataforma é ainda isenta de viés comercial no que diz respeito a produtos químicos e biológicos, visando sempre a eficiência operacional e a redução de custos dos produtores. Ou seja, a primeira indicação que é passada ao produtor é sempre priorizando os custos e o manejo sustentável, por isso a recomendação sempre que possível é primeiro a adoção do controle biológico e fisiológico. Quanto aos defensivos químicos disponíveis, são sugeridas as melhores opções sem comprometimento com nenhuma marca do mercado.


Entre os seus diferenciais está a alta tecnologia com a utilização de Cloud, Big Data, geoprocessamento e inteligência artificial para previsibilidade de áreas mais suscetíveis às pragas e para recomendação do melhor controle no tempo certo. Além disso, há blocagem das áreas conforme agrupamentos de atributos e distâncias geográficas, com definição de blocos amostrais homogêneos, diminuindo a quantidade de áreas e pontos amostrados. Um aplicativo mobile interativo offline com fichas de monitoramento e mapas de orientação completam a ferramenta.


O Shield Geoprotection foi desenvolvido por uma equipe de tecnologia multidisciplinar altamente qualificada e vai atender todas as culturas, pragas, daninhas e doenças que podem acometer as lavouras. Nessa primeira fase, o primeiro módulo será apenas para insetos em cana-de-açúcar. “O nosso grande objetivo com essa nova plataforma é agilizar todo o processo de Manejo Integrado de Pragas (MIP) e proporcionar o uso racional de insumos, preservando o ambiente e inimigos naturais com boas práticas de manejo sustentável”, reforça Figueiredo Filho.


Ainda segundo o especialista, o congresso da UDOP será uma excelente oportunidade para os clientes e parceiros tirarem dúvidas sobre o Shield Geoprotection e falar mais sobre as soluções da GAtec no manejo sustentável das pragas e demais processos agroindustriais. “Serão dois dias de amplos debates e troca de experiências com grandes profissionais do setor”, finaliza o profissional.


Sobre - A GAtec S/A Gestão Agroindustrial está sediada em Piracicaba, no interior paulista, oferecendo aos clientes soluções tecnológicas, consultoria, treinamento, desenvolvimento e integração de sistemas de gestão para o agronegócio. Composta por profissionais com mais de 40 anos de experiência em planejamento e controle agroindustrial, a empresa conta também com filiais em Cuiabá, Ribeirão Preto e Sul de Minas, região do MAPITOBA, Goiás e Pará. Além disso, está presente em 14 países com mais de 300 clientes ativos e 9 milhões de hectares controlados. Sua atuação contempla todas as culturas do agronegócio, além da pecuária. Mais informações em www.gatec.com.br.




Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon