top of page

Sala de Imprensa

Piccin lança hub de conectividade definitivo as fazendas

Durante a Agrishow, Grupo apresenta o Green X, tecnologia inédita que chega ao mercado para revolucionar o gerenciamento e o manejo agrícola


Assim como há alguns anos o smartphone revolucionou e marcou uma nova era na comunicação global, agora, surge uma tecnologia que também promete trazer grande inovação ao campo. O Grupo Piccin desenvolveu o Green X, uma solução que chega para conectar definitivamente as fazendas. A novidade será apresentada exclusivamente, durante a 29ª edição da Agrishow, que acontece de 29 de abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto/SP.

Segundo Camilo Ramos, CEO do Grupo, desde a introdução da mecanização na agricultura até inovações como GPS, estações meteorológicas avançadas, drones e telemetria de máquinas, o agronegócio tem testemunhado uma verdadeira revolução digital. Mas, agora a Piccin, quer elevar essa transformação a um novo patamar, ao lançar não apenas uma solução de integração de tecnologias, mas também uma ferramenta avançada para a predição de dados. “Este desenvolvimento promete superar os desafios de conectividade e o uso de ferramentas digitais, facilitando uma gestão agrícola mais eficiente e preditiva”, destacou.


O Green X é um pacote de soluções envolvendo hardware e software que trabalha com previsões climáticas, pragas e tendências de doenças de forma preditiva. Além disso, a nova ferramenta resolve problemas cruciais de conectividade com sua tecnologia independente de redes móveis, operando via comunicação por rádio. “Desta forma, possibilitamos a integração de implementos agrícolas de diferentes marcas, oferecendo uma gestão unificada e eficiente. Esperamos que este sistema aumente a eficiência operacional de maneira expressiva e reduza custos de produção em até 30%”, reforçou Ramos.


O fato de o pacote de soluções ter vencido a barreira da conectividade o coloca há alguns anos à frente de soluções existentes no mercado. Recentemente o Programa Conectar Agro divulgou que o ICR (Indicador de Conectividade Rural) aponta que somente 37% dos imóveis rurais brasileiros tem cobertura 4G e 5G e apenas 19% da área disponível para uso agrícola recebe essa cobertura, ou seja, quem desenvolve soluções que dependem de sinal de telefonia não está chegando onde precisa.


De acordo com o produtor rural, José Guilherme, da fazenda Sapé, localizada em São Carlos - SP, que teve a oportunidade de utilizar a ferramenta, com o Grenn X, finalmente conseguiu uma gestão integrada de suas operações. “É a peça que faltava para nossa fazenda entrar de vez na era digital. Com o uso dessa inovação, aumentamos nossa produtividade e foi possível reduzir custos com insumos e operações”, destacou.


Já o agricultor Gustavo Palandi, de Caxias do Sul/RS, que também utilizou o pacote de soluções para prever geadas, comprovou na prática a eficiência da ferramenta. Neste caso, o produtor de frutas de clima temperado seguiu a recomendação do melhor momento para ligar o sistema anti-geada e obteve uma redução da perda de floração, segundo a Embrapa, de 80% para 10%.


Instalação


A instalação do pacote é simples, um hardware é instalado na lavoura enquanto outro será instalado no implemento ou trator pelo próprio produtor ou operador, sem alterar cabeamentos e estruturas originais dos mesmos. O sistema possui uma interface amigável, projetada para que qualquer produtor, consultor ou agrônomo opere. Na propriedade é montada uma torre que fará a coleta dos dados dos dispositivos que estarão na lavoura e maquinário. Cada antena de baixo custo cobre uma área em um raio de 20 km e pode ler dados de até 10.000 dispositivos conectados.


Com validação de instituições renomadas como a Embrapa e parcerias estratégicas, o Green X não é apenas uma solução tecnológica, mas sim o novo padrão em gestão agrícola integrada. Dependendo do pacote contratado, o investimento feito pelo produtor para instalar o sistema fica em torno de uma saca de soja por hectare a cada ano, enquanto os custos com defensivos ficam em torno de 13 sacas por ha/ano.


Os benefícios da nova solução são muitos. Com o uso total da tecnologia com seus dados em tempo real, o produtor minimiza aplicações desnecessárias de insumos, reduzindo o impacto ambiental e promovendo práticas sustentáveis no agronegócio. “A tecnologia foi desenvolvida por uma das startups investidas pelo Grupo Piccin, a Prediza, e juntas as empresas buscam atingir um mercado de 3 milhões de hectares no Brasil e 1,1 milhões de hectares na Argentina já em 2024”, disse o CEO.


O executivo, reforça ainda o convite para os visitantes da Agrishow que compareçam ao estande da Piccin durante o evento. No local haverá demonstração ao vivo do Green X e o produtor poderá ver como esta tecnologia pode transformar a gestão da fazenda. “Não perca a chance de ser pioneiro nesta nova era da agricultura conectada. Acompanhe também o lançamento oficial do Green X na Agrishow no dia 30 de abril, às 09:00h, presencialmente ou em nossas redes sociais”, finalizou.




Comments


Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
bottom of page