Blog

Evento da Fundação MT chega a Sapezal com informações sobre a cultura do algodão

Durante dois dias, os participantes previamente inscritos poderão acompanhar a campo resultados de pesquisa em temas fundamentais para o cultivo e manejo do algodoeiro


Após ser realizado em Sorriso, no Médio Norte mato-grossense, é a vez do município de Sapezal receber o Fundação MT em Campo 2ª Safra, que na região Oeste tem o foco voltado para a cultura do algodão. O evento acontece nos dias 8 e 9 de junho, é realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso e está com inscrições gratuitas abertas para a classe agrícola.


Quatro temas estão na programação, entre eles “Aphelenchoides na Cultura do Algodão”, com a pesquisadora Rosangela Silva, da Fundação MT, e Santino Aleandro da Silva, pesquisador da Consultoria Agronema. Este que é uma espécie de nematoide que se comporta como fungívoro, alimentando-se de fungos presentes no solo e restos culturais, está presente tanto na soja como no algodão. De acordo com os especialistas que vão conduzir o tema no dia de campo, grandes estragos com o parasita estão sendo vistos nas lavouras de algodão, com perdas de 80% a 100% de plumas.


O ensaio que trata da “Redução da adubação potássica no sistema soja/algodão”, com os pesquisadores Josimar Lessa e Felipe Bertol, ambos da instituição, também será apresentado. O dia de campo terá ainda “Tecnologia de Aplicação: Pontas hidráulicas para aplicação de fungicidas”, com o pesquisador Marcello Franchi, da Fundação MT, e “Manejo de Doenças na Cultura do Algodão”, com a equipe de Fitopatologia – pesquisadores João Paulo Ascari e Karla Kudlawiec.


A dinâmica do Fundação MT em Campo, também realizado na primeira safra em três cidades do Estado, é com a condução do público em trenzinhos que param em cada estação/experimento para ouvir e debater as pesquisas. Em Sapezal, o evento inicia às 7h e segue até às 11h30, e o período da tarde, para novos grupos, é das 13h30 às 17h30. No segundo dia, a programação se repete para mais participantes, mas somente pela manhã.


“Há muitas safras Mato Grosso lidera a produção nacional de algodão e a pesquisa da Fundação MT, especialmente a realizada no CAD Oeste, em Sapezal, no CAD Sul e no CAD Petrovina, buscam incansavelmente resultados e soluções para os principais problemas da cultura e do sistema produtivo soja-algodão”, ressalta Luis Carlos Oliveira, gestor de marketing da instituição.


Fundação MT: Criada em 1993, a instituição tem um importante papel no desenvolvimento da agricultura, servindo de suporte ao meio agrícola na missão de dar vida aos resultados através do desenvolvimento de tecnologias aplicadas à agricultura. A sede está situada em Rondonópolis-MT, contando com três laboratórios e casas de vegetação, um centro de pesquisa local e outros seis Centros de Pesquisa Avançada (CAD) distribuídos pelo Estado, nos municípios de Sapezal, Sorriso, Nova Mutum, Itiquira, Primavera do Leste e Serra da Petrovina. Para mais informações acesse www.fundacaomt.com.br e baixe o aplicativo da instituição.






Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon