top of page

Sala de Imprensa

Crédito imediato alavanca projetos de irrigação

Para ampliar a oferta e o acesso dos agricultores aos equipamentos, fintech agrícola oferece linha de financiamento própria com condições diferenciadas e taxa de juros partir de 1,35% ao mês


Nas últimas safras, o clima tem sido o maior desafio dos produtores; enquanto algumas regiões sofrem com o excesso de chuva, outras são castigadas por estiagens severas. Tradicionalmente no Brasil, há grande índice de precipitação em períodos isolados e muitos veranicos ao longo do ano, por isso é fundamental pensar na gestão da água. Atualmente, a única ferramenta para garantir a segurança da produção é a irrigação, afinal, o produtor pode estocar água em reservatórios e utilizá-la e administrá-la em momentos de seca sem causar estresse hídrico às lavouras irrigando apenas a qualidade necessária no momento exato.


Para ajudar a classe produtora a ter acesso aos equipamentos e projetos de irrigação, a fintech agrícola Agropermuta disponibiliza linhas de créditos próprias e diferenciadas, desenvolvidas justamente para quem precisa do bem de imediato. A solução foi criada como uma alternativa para que fabricantes, revendas e distribuidores possam oferecer aos seus clientes uma solução financeira própria. “O Brasil tem potencial para expandir a área irrigada otimizando os recursos hídricos por meio de tecnologias, entretanto o mercado está com o crédito agrícola travado, por isso nosso produto é uma excelente alternativa”, diz o Diretor Comercial da fintech, Rui Almeida.


De acordo com dados do IBGE, o País tem 8,2 milhões de hectares irrigados com potencial para 55 milhões, apenas sobre áreas que já estão em uso. A previsão é de que até 2040 ocorra um crescimento aproximadamente 50% em termos relativos para o período. Conforme explica Almeida, a linha de financiamento da Agropermuta para aquisição de sistemas de irrigação ou máquinas e implementos agrícolas, é dividido em cinco parcelas semestrais alinhadas com a safra e a safrinha. “Este é um processo inteiramente digital para o cliente, realizado de forma rápida e sem burocracia”, destaca.


Para obter o crédito, o produtor rural passa pela análise financeira, de forma simples e descomplicada, e a aprovação do cadastro acontece em até 48 horas. Após a formalização (assinaturas), que são 100% digitais, a fintech cuida das partes de cartório e registro.


Outra grande vantagem ao produtor é que a Agropermuta exige como garantia apenas a CPR financeira de grãos e a equipamento em si. Assim o cliente não precisa se preocupar com nenhum tipo de hipoteca de imóveis, terra ou comprometimento com o limite bancário, tendo total tranquilidade de planejar sua safra futura. “Temos recursos disponíveis com agilidade na análise de crédito. Nossa operação não tem IOF e as parcelas são fixas, uma solução segura e descomplicada”, salienta o diretor.


Juros competitivos


Enquanto os bancos estão com taxas mais altas e processos mais morosos, o que pode limitar as vendas da indústria neste ano, a fintech paulista busca desburocratizar. A Agropermuta conta com taxas a partir de 1,35% ao mês para financiamento. “Neste momento de estresse do mercado disponibilizamos soluções financeiras próprias com os juros mais competitivos do mercado, com rapidez sem burocracia”, complementa Alex Kalef, Diretor Executivo da fintech agrícola.


Sobre - A AgroPermuta é uma fintech agrícola fundada em 2020, em São Paulo/SP, que oferece soluções inovadoras de financiamento ao produtor rural de todo o Brasil como uma alternativa aos bancos. Formada por um time de profissionais experientes nos mercados agrícola e financeiro, a empresa disponibiliza um contrato de financiamento programado para a aquisição de um determinado bem, como: usina solar, sistemas de irrigação, sistemas de armazenagem, veículos, máquinas e implementos agrícolas. Saiba mais em www.agropermuta.com.br.




Comentários


Featured Posts
Archive
Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
bottom of page