Ubyfol amplia presença no mercado de nutrição vegetal e investe mais de R$ 30 milhões

February 13, 2019

Empresa direciona investimento em estrutura e laboratório para aperfeiçoar seus processos e melhorar ainda mais a qualidade de seus produtos

 

O mercado de nutrição vegetal é um dos segmentos mais disputados do agronegócio brasileiro. Segundo o mais recente relatório anual da Abisolo, (Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal), estima-se que este mercado conta com 514 empresas atuando diretamente. Juntas elas geram cifras superiores a R$ 6 bilhões anuais.

 

Diante de tanta concorrência, para se destacar nesse mercado é preciso investimentos em tecnologia e melhorias de processos para atingir a qualidade máxima que o produtor espera no campo. Esta tem sido a estratégia da Ubyfol, multinacional brasileira com sede em Uberaba-MG, que nos últimos 34 anos desenvolve produtos especiais, com macro e micronutrientes, para todas as culturas agrícolas.

 

Desde a inauguração de sua nova e atual unidade industrial, a empresa já investiu mais de R$ 30 milhões. Segundo Jorge Henrique – engenheiro civil da empresa, a Ubyfol está crescendo expressivamente nos últimos anos, e a construção de uma nova fábrica teve o objetivo de acompanhar essa evolução. “A sede antiga estava localizada em uma área urbana de Uberaba/MG, o que gerava algumas limitações para as operações. A nova sede no distrito industrial, além de ser uma área três vezes maior, ampliou as possibilidades de produção, oferecendo novos equipamentos e processos mais efetivos”, destaca o profissional.

 

Laboratório

 

Uma parte dos últimos investimentos foi destinada a modernização do laboratório da empresa, local onde o processo de controle de qualidade é bem rigoroso. De acordo com Letícia Alberto, engenheira química, mestre em inovação tecnológica e coordenadora de laboratório da Ubyfol, o processo de qualidade da empresa se inicia com a homologação dos fornecedores de matéria prima e embalagens. Todos são avaliados anteriormente à compra e devidamente testados com base nas especificações internas da Ubyfol, elaboradas de acordo com a necessidade dos clientes. “Somente após a aprovação e devida homologação da matéria prima/embalagem o processo de compras é realizado pelo setor de suprimentos”, diz a profissional.

 

No recebimento, o controle de qualidade avalia o material anteriormente à sua entrada na Ubyfol, de modo que, em caso de observação de alguma não conformidade, a nota fiscal é recusada e a carga já devolvida. Além disso, o controle de qualidade atua na avaliação dos produtos formulados, em 100% dos lotes fabricados, analisando desde as garantias de nutrientes, até parâmetros como pH e granulometria, quando aplicável. São envasados somente os produtos previamente aprovados pelo controle de qualidade, com as respectivas embalagens, cujas linhas precisam ser liberadas antes do início do envase de todos os lotes. Após o envase, colaboradores do controle de qualidade ainda analisam o aspecto final do produto embalado, pronto para ser armazenado ou enviado ao cliente.

 

Esse rigoroso processo de gestão de qualidade rendeu a empresa a certificação ISO9001:2015. Este importante reconhecimento tem entre as suas atribuições o aumento da satisfação do cliente, tendo como base a garantia de padronização e conformidade.

 

Tecnologia de ponta

 

Além da importante certificação, para melhorar ainda mais a qualidade de seus produtos e processos, a Ubyfol adquiriu recentemente um equipamento pouco utilizado no Brasil. Trata-se do ICP (espectrometria de emissão atômica com plasma acoplado indutivamente), cujo equipamento permite a detecção de multi-elementos, permitindo maior agilidade na obtenção dos resultados de análise dos nutrientes. esta nova ferramenta custou mais de um milhão de reais a empresa.

 

Para análise nesse equipamento de última geração é necessária apenas a preparação das amostras (pesagem e diluição) que cada produto necessita para a leitura simultânea de todos os nutrientes presentes no mesmo. A redução no tempo de análise e, consequentemente, de custos, além de maior confiabilidade nos resultados obtidos, é o maior benefício do ICP.  “A Ubyfol optou por um equipamento que trouxesse maior rapidez de análise, direcionando sua mão de obra do controle de qualidade para itens ainda não substituíveis por máquinas”, finaliza a engenheira química.

 

 

 

Please reload

Blog

Featured Posts

Com o atraso no plantio da soja, semeadura do milho safrinha precisará ser eficiente

November 19, 2019

1/10
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon

Todos os Direitos Reservados - Ruralpress © 2018  

(11) 9.8933-4915 (Vivo)

(19) 9.8320-0286 (Vivo)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now