Seguro pecuário será novidade na InterCorte São Paulo

November 14, 2018

Durante o evento, Karen Matieli, sócia proprietária da Denner Seguros, irá mostrar aos criadores as vantagens e importância da proteção do rebanho

 

Acontece na capital paulista entre os dias 21 e 23 de novembro, mais uma edição da InterCorte, evento que desde 2012 percorre os principais polos de produção pecuária do Brasil para levar conhecimento, discussões e tecnologias para os pecuaristas, integrando a cadeia produtiva da carne. A etapa São Paulo que encerra a programação do circuito, que passou por Cuiabá (MT) e Marabá (PA), esse ano terá uma grande novidade. Pela primeira vez, o evento receberá como expositora uma corretora de seguros especializada na proteção de bovinos e equinos. Trata-se da Denner Seguro de animais, empresa com experiência de mais de 20 anos de mercado.

 

De acordo com Karen Matieli, sócia proprietária da empresa e Coordenadora da Comissão Técnica de Seguro Rural (Sincor-SP), receber o convite para participar desse evento foi um reconhecimento muito importante. “Queremos mostrar ao pecuarista que o seguro é uma ferramenta de gestão na atividade dele e o nosso serviço pode muito agregar a pecuária”, destaca.

 

Todos os produtores que estiverem na feira poderão esclarecer dúvidas e conhecer um pouco mais sobre as modalidades do seguro pecuário e sua importância para a manutenção e proteção dos ativos da propriedade. “Durante o evento, apresentaremos o trabalho que realizamos com criatórios renomados na pecuária, como por exemplo, a Chácara Naviraí, referência no melhoramento genético e a Agrindus, que se destaca na produção leiteira Tipo A. Também é destaque a nossa participação e assessoria em leilões”, diz a corretora.

 

Modalidades

 

Existem duas modalidades de seguros disponíveis aos produtores: a proteção para animais de elite que além de bovinos inclui equinos, muares e asininos e o seguro para rebanhos de leite e de corte.

 

O produtor ao contratar o seguro de seu rebanho terá cobertura e será indenizado caso algum animal venha a óbito decorrente de acidentes, doenças, asfixia por sufocamento ou submersão, raio, eletrocussão, incêndio, insolação, envenenamento, intoxicação, ingestão acidental de corpo estranho, luta, ataque, picada ou mordedura de animais, parto ou aborto e até eutanásia determinada por médico veterinário. “Não conseguimos evitar a queda de um raio que pode acometer o resultado de anos de um confinamento e muito menos um acidente com um touro de central. Todos estão expostos, é o preço da vida. Com isso, transferir o risco do negócio pode ser uma estratégia inteligente”, diz a corretora.

 

A contratação do seguro para a boiada é muito simples e está disponível para todos os Estados do Brasil. No caso da modalidade de rebanho os animais devem ser identificados. O valor é estipulado pela categoria que o animal se enquadra e qual aptidão (leite ou corte. “Atuamos há 12 anos como corretora de seguros especializada, temos parceria com as principais seguradoras mundiais. Além disso, nós da Denner, temos o know-how para customizar a operação em seguros que o pecuarista precisa. Se não existe, nós vamos desenvolver. Proteger o agro é a nossa missão, te esperamos na InterCorte”, diz Karen.

 

 

 

 

Please reload

Blog

Featured Posts

Plantas daninhas podem ser evitadas com bom manejo

November 8, 2019

1/10
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon

Todos os Direitos Reservados - Ruralpress © 2018  

(11) 9.8933-4915 (Vivo)

(19) 9.8320-0286 (Vivo)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now