Prova dos Três Tambores Paraesportivo emociona público durante a 4ª Super Semana do Tambor

June 19, 2017

Competição, que aconteceu no Haras Raphaela, em Porto Feliz-SP, contou com a participação de cinco centros de equoterapia do Brasil e uma equipe do Panamá

 

Por mais um ano a Prova dos Três Tambores Paraesportivo, promovida pela National Barrel Horse Association of Brazil (NBHA) Brasil, emocionou o público presente na 4ª Super Semana do Tambor 2017, no Haras Raphaela, em Porto Feliz-SP, com competidores do Brasil e de outros países. Ao todo, 15 crianças de cinco centros de equoterapia de São Paulo, Equoterapia Trote Mágico, Hípica Santa Terezinha, Projeto Liberdade, Centro Educacional Texas Ranch e Cláudia Mori Equoterapia e a equipe do Panamá, competiram no dia 17 de junho. A prova visa à inclusão social dos participantes, que possuem diferentes graus de deficiência e entram em pista com o auxílio de instrutores e apoio nas laterais.

 

Desta vez, o primeiro lugar ficou com a praticante do Texas Ranch, Caroline Vieira, 25 anos, de Itapecerica da Serra-SP, que portadora de Microftalmia, problemas cardíacos e dislexia. A mãe de Carol, como é chamada carinhosamente, Neide Vieira Pinto da Cruz, fico surpresa com a vitória, mas muito feliz com o feito da filha. “O cavalo deu um novo recomeço de vida para ela. Não vejo a vida dela sem ele. Esta foi a primeira vez nesse tipo de prova, ela estava acostumada a prova de salto, mas percebemos que ela gostou muito e se deu muito bem nessa modalidade”, destaca Neide.

 

A prova paraequestre segue as mesmas regras da modalidade não inclusiva, sendo vencedor aquele que contornar os três tambores, em um percurso triangular pré-estabelecido no menor tempo possível. A velocidade e o entrosamento com o animal são fundamentais para a boa apresentação e seja qual for o resultado, o importante mesmo é satisfação dos participantes, suas famílias e a inclusão de todos junto a sociedade. “O conjunto de habilidades necessárias para a prova dos três tambores é também fundamental para a o desenvolvimento no tratamento dos pacientes. Eles participam da prova, se esforçam para ter bons resultados e só tem benefícios com tudo isso”, lembra a responsável e fundadora do Texas Ranch, Elizabeth Melani.

 

“É indescritível o prazer e a satisfação de realizar um trabalho onde a gente consegue deixar esses jovens com expectativa já para o próximo ano. As delegações dos outros Países que participaram do evento tiram o chapéu para nossa iniciativa e isso mostra que estamos no caminho certo. Esperamos que a Super Semana do Tambor se repita por muitos e muitos anos com níveis iguais aos que apresentamos esse ano”, afirma o presente da NBHA Brasil, Abelardo Peixoto.

 

A ideia da competição dos três tambores paraesportivo deu tão certo e foi tão bem recebida pelo público e pelos centros de equoterapia, que além das provas na Super Semana, a NBHA Brazil já prepara o 1º Campeonato de 3 Tambores Paraesportivo, que será dividido em 4 etapas. O evento terá regulamento próprio e todas as etapas serão realizadas em locais com condições para receber os praticantes. A primeira prova já está sendo preparada para ocorrer no dia 27 de agosto, na Hípica Manège Alphaville, em Santana do Parnaíba-SP. “Esperamos que outros centros de equoterapia abracem a ideia e entendam a proposta”, completa Peixoto.

 

 

 

Please reload

Blog

Featured Posts

Com o atraso no plantio da soja, semeadura do milho safrinha precisará ser eficiente

November 19, 2019

1/10
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon

Todos os Direitos Reservados - Ruralpress © 2018  

(11) 9.8933-4915 (Vivo)

(19) 9.8320-0286 (Vivo)

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now